domingo, 30 de janeiro de 2011

Review Sexata: Praia de Naturismo Pedras Altas (e um pouco sobre naturismo)



Review Sexata é a coluna onde você encontrará reviews de diversos assuntos correlatos ao blog. Lugares, objetos e afins. Se você tiver alguma ideia para um review é só enviar, se for possível eu provo (com prazer) e posto no blog.

Praia de Naturismo Pedras Altas

Primeiro, um pouco sobre naturismo...

Fiquei me perguntando se seria correto postar este review, dada a natureza do blog que é discutir sobre sexo e naturismo NÃO É PUTARIA! Ainda assim, creio que faz parte do universo da sexualidade saudável o bom relacionamento com o corpo humano nu, então decidi que era válido trazer essa discussão pra cá.

Naturismo é um estilo de vida daqueles que acreditam que o ser humano em seu estado natural não precisa usar roupas e por isso defende a livre expressão do corpo sem as "amarras" sociais. Ou, a definição oficial:

"Naturismo é um modo de vida em harmonia com a natureza, caracterizado pela prática da nudez social, que tem por intenção encorajar o auto respeito, o respeito pelo próximo e o cuidado com o meio ambiente"
(INF-FNI, 1974, Definição de Naturismo)

No Brasil quem organiza a tropa de pelados é a Federação Brasileira de Naturismo que tem esse site MUITO RUIM onde você não vai descobrir quase nada sobre nada. Lhes digo isso porque, apreciador deste estilo de vida que sou, venho há anos tentando penetrar mais neste meio e percebo claramente que é um clubinho bem fechado. De qualquer forma não se pode generalizar, existem muitas pessoas queridas que são adeptas do naturismo e tive a sorte de conhecê-las em outras oportunidades.

A praia de Pedras Altas...

Há sete anos tento chegar na tal da praia de Pedras Altas e ontem finalmente consegui. Com a ajuda da minha acompanhante (e motorista) enfrentamos a estrada mega-hiper-ultra complicada para se chegar ao local.

Como chegar?

Para quem quiser visitar, ela fica localizada no município de Palhoça, grande Florianópolis (no continente, ao sul) e o acesso é feito pela entrada da Enseada do Brito. Como estão reformando toda BR-101 não sei afirmar ao certo onde ficará a entrada, mas não se preocupem que sempre haverá uma entrada para a Enseada pois é um local histórico importante. Chegou na Enseada siga sempre direto a "Geral" com destino ao Canto da Enseada (que vocês podem perguntar onde é sem problemas). A estrada de paralelepípedos-lajotas-etc vai terminar e haverá uma subida em estrada de terra. Continue para todo sempre nessa estrada que é MUITO ruim. Eu prometo a vocês que uma hora ela termina. Tem que ser de carro (ou moto, claro) e tem que saber dirigir em estrada de terra, se você tiver um 4x4 vai se sair melhor.

A praia

É um espaço de nudismo obrigatório, ou seja, você não pode ir pra ficar olhando, tem que participar do esquema logo de cara. Tem um estacionamento para os carros (R$10,00 que garantem a manutenção do local e você paga sorrindo) e motos (não vi o preço, sorry). Na entrada você é recebido por alguém da família que toca o local, são muito simpáticos e explicam as regras. Há também um camping no local a um precinho bem simbólico, mas é sempre bom conhecer melhor o esquema antes de chegar pra ficar.

São duas praias, uma para solteiros e uma para casais, família e membros da FBdN. Não é que a parte para solteiros seja uma parte de pegação, nada disso meus amigos, mas é onde você sabe que pode xavecar (respeitosamente e sem pipis duros) as moçoilas. Claro que você vai ter que ter uma baita sorte, existem muitos homens solteiros e pouquíssimas mulheres.

É na parte dos solteiros que fica o bar do local, onde vendem comidas, bebidas, enfim gente, um bar. Além disso é o lugar onde é possível socializar com a galera, conhecer outros adeptos do naturismo, fazer amigos, tomar uma cerveja. Todos te atendem pelados, o garçon, o dono do bar, é uma experiência interessante.

Ao lado do bar ficam os chuveiros (ao ar livre, óbvio!) e os banheiros (que tem porta).


O bar!

A praia é MUITO fodamente linda. Se você só conhece praias sem graça tipo Santos, Guarujá ou Rio de Janeiro capital não sabe o que é praia, se chegar num lugar desses terá um ataque cardíaco. É uma água bem tranquila, praticamente uma piscina de água quente e agradável, com muitas pedras lindas, nada muito fundo, qualquer um pode curtir o local. Saca só o que é praia:



A praia de casais é maior, mas com as mesmas características da de solteiros, na verdade são separadas por uma faixa de pedras, nada mais, dá pra ir andando dentro do mar de uma para a outra, no máximo você precisa nadar uns 20 metros. Mas é claro que tem uma trilhazinha que faz com que você chegue na praia pelo seco.

A experiência

Não foi a minha primeira vez numa praia de naturismo, na verdade foi a segunda. Quem me conhece sabe que eu tenho uma alma naturista e ODEIO usar roupas. Ainda mais nesse calor infernal que estamos encarando, então tirar a roupa pra mim é algo muito tranquilo. Eu já nadei pelada em praias não naturistas, em cachoeiras não naturistas, estar num local onde estão todos nus é um lucro.

Nadar sem roupa é indescritivelmente superior a nadar de roupa, é libertador, é gostoso, é divertido, eu recomendo que todo mundo tenha essa experiência na vida. Tanto gosto que ficamos quase o tempo todo na água (eu e minha acompanhante). Ok que estava chovendo um pouco, mas você está mergulhado na água, pouco importa.

Foi tudo ótimo e lindo até que chegaram uns pescadores da região para beber no bar. Vestidos, é claro, e ficaram olhando para nós. Achei de uma falta de respeito SEM TAMANHO, se é área de naturismo obrigatório esse tipo de coisa não deveria acontecer. Pior, um deles veio puxar conversa conosco, fiquei me sentindo super mal. Não por estar pelada (hello, o dia que eu me sentir mal por estar pelada me internem) mas pela falta de respeito com as normas do local. O lance de praia de naturismo é nadar pelado EM PAZ, se for pra nadar pelada com gente pentelhando nado em qualquer praia.

Tirando esse acontecimento desagradável foi ótimo, pessoas muito simpáticas, gente bonita, gente feia, de todos os tipos e idades, inclusive muitos velhinhos e crianças. Maioria de homens, é claro, mas com muitos casais. Se tiver outra oportunidade irei novamente com certeza e quem sabe em breve consigo conhecer outras áreas de naturismo e realizar meu sonho de na velhice me mudar para uma comunidade naturista. Viver de roupa agora eu tolero, agora quando eu estiver velha e aposentada o mínimo que posso desejar é ser livre.

Um comentário:

  1. e a parte dos solteiros o q rola. bjs
    otima descricao parabens.

    ResponderExcluir